Agora Motor logomarca

Mesmo com queda nas vendas, 190 mil motos são produzidas no primeiro bimestre de 2022

2 minutos de leitura

Uma grande produção foi alcançada no primeiro bimestre, um total de 190.589 motos foram produzidas no polo industrial de Manaus, apenas nos primeiros dois meses de 2022. Este número não era batido desde 2020, antes da primeira onda de Covid-19 no país, quando foram produzidas 194.734 motocicletas.

Só no mês de Fevereiro de 2022, foram produzidas 107.046 motocicletas. Este número não era batido desde Fevereiro de 2015, onde 110.823 unidades saíram da linha de montagem para as agências, ponto de vendas e lojas especializadas.

Guia do Conteúdo

Números 

Conforme dados da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Scooters, Bicicletas e Similares), o setor teve desempenho 28,1% superior ao recorde de janeiro de 83.543 unidades e 84,5% superior ao mesmo mês do ano passado com 58.014 motocicletas.

O mesmo levantamento mostra que foram produzidas 190.589 unidades. O volume é 70,7% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, que foi de 111.645 motocicletas.

Em nota o presidente da Abraciclo, Fernando Fermanian afirma:

“No primeiro bimestre de 2021 tivemos grandes dificuldades devido a segunda onda da pandemia em Manaus”. Fermanian destaca que as associadas têm se esforçado para atender aos pedidos dos consumidores e que a tendência é que a demanda continue em alta: “O consumidor tem na motocicleta uma alternativa de deslocamento ágil e seguro, com menor custo de manutenção e que pode ser utilizado como instrumento de trabalho ou lazer. Além disso, o fator economia de combustível está levando muitos consumidores a optarem pela motocicleta no dia-a-dia”.

motos são produzidas e aguardam vendas
Motos estacionadas no pátio de revenda. Foto: Reprodução

E como estão as vendas?

Para o período o número de emplacamentos tiveram pequena alta em relação ao mesmo período do ano passado. Foram emplacadas 163.693 motocicletas, aumento de 14,3% na comparação com o mesmo período do ano passado, com 143.182 unidades.

“A queda na produção impacta diretamente as vendas no mês seguinte. Agora, com a retomada da produção, os números de vendas devem apresentar crescimento”, afirma Fermanian.

A categoria de rua (street) foi a mais bem sucedida com 35.522 unidades e 48% de market share. Após o ranking, a Trail tem 14.119 motos e uma participação de 19,1%, enquanto a Motoneta tem 9.928 e 13,4%.

De acordo com o levantamento da Abraciclo, as motocicletas de baixa cilindrada (até 160cc) representam 82,8% das placas, com 61.321 veículos. Os modelos 161 a 449cc representaram 13,6%, as vendas foram 10.081 e as motocicletas acima de 450cc representaram 2.630, representando 3,6%.

Quer ter acesso a varias notícias relacionadas ao mundo automobilístico? Acesse o Agora Motor e fique por dentro de tudo que se passa no mundo dos motores.

Avalie este artigo

Avalie esse artigo

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *