Agora Motor logomarca

Mini Renegade Elétrico: Jeep anuncia que o modelo não deve chegar por aqui

3 minutos de leitura

Lançado lá fora, o modelo não chega no Brasil e assim o Renegade segue sendo o representante de SUV de entrada da marca no Brasil. O novo SUV de entrada da Jeep não será vendido no Brasil. O exterior mistura elementos do Compass com outros elementos do Renegade, mas baseado no Peugeot 208, o SUV compacto foi abandonado pelo nosso país na forma elétrica.

“Não faz sentido para o Brasil um carro elétrico abaixo do Renegade”, afirma Alexandre Aquino, head da Jeep na América Latina.

Leia também: Jeep Renegade é apenas o 6º SUV mais vendido de março

Com pouca estrutura para receber mais veículos totalmente elétricos, o Brasil está muito longe de poder contar com mais modelos elétricos. E outro ponto para o novo modelo não vim para o Brasil é possuir dimensões semelhantes ao Pulse da Fiat. E em um momento ou outro os dois brigariam por espaço na categoria. 

Essa briga não é viável para o grupo (detentores das marcas Jeep e Fiat). Desta forma, os executivos decidiram optar pelo Pulse, que já foi lançado no Brasil e possui ótima aceitação no mercado. 

“Esse tipo de carro faz muito sentido para a Europa, mas não para o Brasil ou EUA”, completa Aquino.

O grande problema é que o mini Renegade pode custar tanto quanto o Compass, ou até mesmo o Commander, só por ser elétrico. O Peugeot e-208 compartilha plataforma com o modelo Jeep e custa 245.000 reais no Brasil, superior ao Compass mais caro (Trailhawk diesel ou diesel limitado, 233.200 reais) e equivalente ao Commander Overland flex (242.384 reais).

Guia do Conteúdo

Possível substituto do Jeep Renegade

Jeep
Foto: Reprodução

A Stellantis foi muito estratégica na criação de uma escada de SUV entre a Fiat e a Jeep para evitar o canibalismo. Ela poderia ter construído um Fiat 500X no Brasil, que é apenas um renegado italiano, mas teria preferido priorizar os Jeeps. É como se ele estivesse mirando o preço do pulso superior na porta da frente do Renegade.

Com a introdução do Fiat Fastback, as duas marcas começaram a se entrelaçar, mas o movimento de empurrar a Jeep para baixo pode ser perigoso. Aquino não mencionou se o Mini Renegade pode um dia ser vendido aqui em versão queimada. No início, o carro tinha apenas uma versão elétrica.

A Índia está trabalhando no Mini Renegade há muito tempo, e pode ser apenas o modelo que se revelou elétrico na Europa. A base modular CMP da Peugeot permite isso, tanto que o faz no 208. Essa será uma estratégia para colocar Jeeps de volta no mercado por menos de 100 mil reais.

Veja também: Melhores Pneus para o Jeep Renegade

Veja conteúdo diário do Agora Motor, onde está repleto de novidades, artigos exclusivos e muito mais. Acesse e veja!

Avalie este artigo

Avalie esse artigo

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *