Agora Motor logomarca

Pior março dos últimos anos para mercado de veículos novos, diz Fenabrave!

2 minutos de leitura

Os últimos meses foram péssimos para o comércio de veículos novos. Principalmente Março, sendo um dos piores meses dos últimos 18 anos. Segundo dados fornecidos pela Fenabrave.

O mercado de carros novos do Brasil teve seu pior março em 18 anos no mês passado, mesmo com carros isentos. Entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus, foram registrados 146,8 mil, uma queda de 22,5% em relação ao terceiro mês de 2021.

Com 141,6 mil veículos vendidos em março, nenhum mês teve resultado tão baixo desde 2004. A Fenabrave, associação que representa os franqueados, divulgou os números nesta terça-feira.

A margem teve alguma reação ao ritmo fraco dos dois primeiros meses, quando as vendas mensais não ultrapassaram 130 mil unidades. Uma mudança também se explica no calendário com mais dias de venda, onde março foi 11% superior a fevereiro.

Redução do IPI para veículos novos

veículos novos
Foto: Reprodução

Esta é a primeira vez no setor que a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) aplicável à venda de veículos novos foi reduzida em 18,5%. No entanto, não é suficiente para afastar o mercado dos resultados mais baixos desde 2005 no acumulado desde janeiro.

Comparado com os primeiros três meses do ano passado, o total de veículos novos matriculados em todas as categorias foi de 405,6 mil ao final do primeiro trimestre, um decréscimo de 23,2%.

Após um ano de resultados ditados pela oferta de automóveis, o mercado agora começa a sentir sinais de enfraquecimento da demanda, pois a falta de componentes levou a restrições de produção.

Com os preços e as taxas de financiamento em alta, a indústria não vende mais modelos em produção com a mesma facilidade que antes, levando a um acúmulo de estoques. Nos resultados por segmento, as vendas de carros de passeio e utilitários leves, como picapes e vans, caíram 23,8% na comparação anual, para 134,9 mil unidades em março.

As vendas de caminhões também ficaram no vermelho no mês passado: queda de 6,1% para 10.100 unidades em relação a março de 2021. Por outro lado, as vendas de automóveis de passageiros refletem um aumento homólogo de 18,6% para 1.800 unidades.

Acompanhe as atualizações diárias do Agora Motor. Você vai encontrar os melhores artigos e notícias do mundo dos automóveis, motocicletas e muito mais. Acesse e confira todos os conteúdos.

Avalie este artigo

Avalie esse artigo

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *