Agora Motor logomarca

VW Spacefox em 2022: Preço, Consumo, Motor, Fotos

8 minutos de leitura

O SpaceFox é a versão station wagon do Fox, construído pela Volkswagen. Foi lançada como a primeira van esportiva do Brasil devido à sua aparência esportiva como minivan. O carro tem o nome de Volkswagen Sulan no Chile, Uruguai e Argentina. No México, chama-se Volkswagen SportVan.

A Volkswagen só oferecia o carro em duas configurações. Como modelo de entrada, a versão Plus oferece itens de série, como ar-condicionado e direção hidráulica, além de diversos opcionais, como airbag duplo e freios ABS.

A SpaceFox concorre com o Citroën C3 Picasso, Peugeot 207 SW e Renault Sandero. Uma nova geração de vagões chegou em março de 2010 com um novo front-end para o Volkswagen Polo europeu, que estreou na Fox e CrossFox no final de 2009.

A partir de 2018, a Spacefox teve apenas uma versão: Trendline. As versões Comfortline, Highline e Adventure Suran Cross não estavam mais disponíveis após 2018.

Versões

A SpaceFox era comercializada em 7 versões:

  • 1.6
  • 1.6 Trend
  • 1.6 Trend I-Motion
  • 1.6 Sportline
  • 1.6 Sportline I-Motion
  • SpaceCross 1.6
  • SpaceCross 1.6 I-Motion
Spacefox em 2022 azul
Todas as versões do modelo entrega conforto ao piloto. Foto: reprodução.

Design

O SpaceFox apresenta elementos como volante ajustável em altura e profundidade, direção elétrica e um computador de bordo. Do lado de fora, destacam-se os faróis de neblina e os retrovisores com piscas integrados. Os para-choques seguem a cor do veículo, e o carro também possui bagageiro no teto.

Os itens tecnológicos incluem uma conexão Bluetooth que permite o pareamento com um smartphone, entradas USB e cartão SD, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros e controle eletrônico de tração.

Lateral da Spacefox preta
O modelo possui um design lindo e bastante tecnologia. Foto: reprodução.

Motor

Mecanicamente, mantém o trem de força Fox, mas usa apenas o motor EA111 1.6 8V e já possui tecnologia Flex, entregando 101 cv de gasolina e 103 cv de etanol a 5.750 rpm. O torque é de 14,3 e 14,5 Nm a 3.250 rpm, respectivamente.

O câmbio é manual de cinco marchas e pesa 1.095kg, com aceleração de 0 a 100km/h em 10,8 segundos e velocidade máxima de 175 km/h, o que não é ruim. Com 12,3 km/l na estrada, seu tanque de combustível de 50 litros garante teoricamente 615 km, mas com gasolina.

Nos anos seguintes ao seu lançamento, o Volkswagen Spacefox ampliou sua gama para oferecer uma versão Sportline mais agressiva, além de uma série especial Route em 2009 voltada para o público jovem brasileiro.

A Volkswagen lançou uma versão atualizada do motor EA111, renomeado VHT. Com isso, a potência do etanol salta para 104 cavalos a 5.250 rpm, mas o principal ganho é o torque.

O 1.6 VHT agora tem 15,4 kgfm de gasolina e 15,6 kgfm de etanol, mas diferentemente das 3.250 rpm da versão anterior, o motor agora chega a apenas 2.500 rpm, o que certamente é uma melhora significativa no desempenho e na economia.

Numa época em que as transmissões automáticas ainda eram um luxo, a Volkswagen decidiu seguir o exemplo da Fiat com uma transmissão automática ASG, que na verdade é o mesmo sistema de gatilho usado pela marca italiana Dualogic.

Traseira da Spacefox
O motor do modelo é bastante potente. Foto: reprodução.

Motor SpaceFox MSI e Revitalização

Em 2015, a VW fez grandes mudanças no estilo e na proposta do Spacefox e seus derivados. A perua adota uma aparência mais parecida com a do Golf, com faróis quadrados e projetores cromados, grade revisada e para-choque inspirados no hatch médio. As lanternas traseiras também apresentam um design mais sofisticado que imita os LEDs.

Na versão de aventura, as mudanças são mais profundas na frente. O para-choque tornou-se mais quadrado e apresenta os mesmos faróis de neblina contornados, juntamente com o nome Spacecross na grade.

Por dentro, o interior foi revisado com o mesmo volante do Golf, além de multimídia Discover Media com Google Android Auto, Apple Car Play, MirrorLink, navegador GPS, câmera de ré, hotspot Wi-Fi, Bluetooth e muito mais.

O padrão dos assentos também mudou, e as opções de cores estão disponíveis. Um teto solar elétrico, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros e muito mais fazem parte do pacote.

Mas a Spacefox foi bem reforçada em termos de segurança, incluindo controle de tração e estabilidade, assistente de partida em subidas e trava eletrônica do diferencial, itens que já existem na picape Saveiro Cross. A maior diferença, no entanto, foi a introdução do motor EA211 pela primeira vez.

O EA211 1.6 16V entrega 110 cv a gasolina e 120 cv a etanol a 5.750 rpm e 4.000 rpm a 15,8/16,8 kgfm, respectivamente. Apesar das rotações mais altas, o novo motor entrega mais gasolina ao vagão em relação às 2.500 rpm do EA111, mas apenas nas versões Highline e Space Cross.

Além disso, uma transmissão manual de seis marchas permite ao modelo acelerar de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos e atingir uma velocidade máxima de 191 km/h. Com etanol e gasolina, os consumos rodoviário e urbano foram de 10,7/12,1 km/le 7,5/8,5 km/l, respectivamente.

Fim do modelo

Após 12 anos no mercado, a montadora confirmou a descontinuação do SpaceFox e vendeu mais de 440 mil unidades. De acordo com o comunicado oficial, a paralisação da produção era para o primeiro trimestre de 2019.

Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América Latina, disse que os novos SUVs da marca para a América Latina, o T-Cross e o Tarek (conhecido como Tharu na China), são produtos globais, mas têm “DNA local”.

O T-Cross, que será lançado no mercado brasileiro no início do segundo trimestre de 2019, é o primeiro SUV da Volkswagen a ser produzido no Brasil. Por sua vez, a fábrica da General Pacheco na Argentina já estava se preparando para a chegada do Tarek, o primeiro SUV que a marca produzirá na Argentina.

Exterior do Spacefox
O modelo ficou 12 anos no mercado. Foto: reprodução.

Ficha Técnica Spacefox

Motorização1.6
CombustívelÁlcoolGasolina
Potência (cv)104101
Torque (kgf.m)15,615,4
Velocidade Máxima (km/h)183181
Tempo 0-100 (s)10,9N/D
Consumo cidade (km/l)7,811,1
Consumo estrada (km/l)9,513,6
Câmbiomanual de 5 marchas
Traçãodianteira
Direçãoelétrica
Suspensão dianteiraSuspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal.
Suspensão traseiraSuspensão tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal.
FreiosN/D
Altura (mm)1.585
Largura (mm)1.660
Comprimento (mm)4.204
Peso (Kg)1.139
Tanque (L)50
Entre-eixos (mm)2.467
Porta-Malas (L)440
Ocupantes5

Preço do VW SpaceFox

O preço do SpaceFox 1.6 Msi Comfortline 8v Flex 4p Manual é a partir R$ 37.396,00, a variar conforme ano e versão.

Veja todos os detalhes do modelo acessando o link abaixo.

Não perca nenhuma atualização do mundo dos motores acessando o Agora Motor. Não perca mais tempo procurando informações em vários lugares. Acesse agora mesmo e conheça nosso site.

Perguntas Frequentes

Qual é o Preço do VW SpaceFox?

O preço do SpaceFox 1.6 Msi Comfortline 8v Flex 4p Manual é de R$ 37.396,00.

Qual o consumo e desempenho do SpaceFox?

Com aceleração de 0 a 100km/h em 10,8 segundos e velocidade máxima de 175 km/h, o que não é ruim. Com 12,3 km/l na estrada, seu tanque de combustível de 50 litros garante teoricamente 615 km, mas com gasolina.

Avalie este artigo

Avalie esse artigo

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *